Sejam bem-vindos ao nosso universo!

Por Alessandra Rios

“Admirável Tecnomídia” é uma metáfora pós-moderna. Uma saudação a Aldous Huxley, em sua célebre obra Admirável Mundo Novo e a tudo o que ela nos convida a refletir e associar aos nossos objetos de estudo: mídia,  poder e tecnologia.

Pensar em tecnologia, especialmente dentro do contexto da Comunicação e as formas de poder exercidas por esses meios é uma forma de instigar a nossa busca pela compreensão acerca de um recorte do mundo e das relações que nele se estabelecem.

A pretensão deste blog não é a de encontrar respostas. “Pretender” também é algo muito arriscado e supõe arrogância, presunção e vaidade, efeitos contrários do que se espera de quem anseia compreender. Utilizemos, ao invés da pretensão, o diálogo.

Sim, o desafio é justamente este, o de proporcionar aos envolvidos, de forma breve, um diálogo com a teoria, com a poesia e com a arte, como em uma conversa que trocamos informalmente durante um café ou no barzinho da esquina.

Dizer que nos propomos a compreender “de forma breve” é outro perigo. “A síntese do espírito de finura pode transformar-se na própria essência da não-verdade”, precaução tomada por Aldous Huxley, no prefácio de seu Regresso ao Admirável Mundo Novo.

“Porém, a vida é curta e o conhecimento limitado… na realidade, somos forçados a optar entre uma exposição impropriamente breve e a impossibilidade de expor.” A escolha é um processo ingrato, mas é preciso escolher. Fiquemos, então, com o segundo convite do autor, sob o risco consciente das necessárias omissões.

Anúncios